A Física do Espírito

Imprimir

Terminamos a composição de uma nova obra, escrita em 2020, que já se encontra no prelo e em breve virá a público.

AFE 3D

 

Eis o seu release:

A FÍSICA DO ESPÍRITO

Uma visão transcendente da Física Quântica e da Nova Cosmologia

Periodicamente, novas descobertas nos projetam em renovadas maneiras de melhor visualizar o mundo e nós mesmos. Assim se passou com o heliocentrismo coperniciano que nos retirou do centro do universo, ou com o Espiritismo ao nos comprovar a existência de uma dimensão além-túmulo. Evoluímos aos saltos, proporcionados por esses revolucionários conhecimentos os quais, ao longo de nossa evolução, abalam nossas mais sagradas convicções para nos proporcionar novas e necessárias verdades, embora relutemos inicialmente em aceitá-las.

Vivemos na atualidade uma nova rotura paradigmática, proporcionada pela Física Moderna. A Cosmologia mostrou-nos que o universo está encerrado em barreiras dimensionais, envolto em outro domínio a extrapolar as fronteiras do tempo e do espaço. A Física Quântica assegurou-nos que a matéria se sustenta em evasivas abstrações matemáticas, desfazendo o cosmos em um oceano de imponderabilidades. Favoreceu-nos, assim, com um diferenciado panorama da realidade que desmantelou a interpretação mecanicista e nos pede agora novas bases de compreensão da vida, do universo e de nossa própria natureza.

Contudo, esse extraordinário quadro ofertado pela epistemologia vigente, até então, não nos serviu como alento e tampouco se mostrou um farol a nortear nossa jornada, pois nos deu por origem o vazio e por destino o nada. Assim, deixou-nos desorientados e não nos acalmou os mais nobres anseios por conhecer nosso porto de partida, o mapa do curso que empreendemos e o ancoradouro final.

Esta obra, entrementes, pretende demonstrar ser possível antever, sob o pó quântico da matéria, a realidade do Espírito imortal e, além dos limites cósmicos, a existência de um Plano Abstrato ou Centro Unificador, que nos remete ao Mundo Divino. E nos mostra que a única forma de se explicar as imprecisões identificadas nas escalas quânticas assim como as distorções relativistas patentes no macrocosmos é reconhecer o nosso mundo como produto da evasão de um Universo Perfeito.

Para tanto, este trabalho se serve de dois pilares fundamentais: a Cosmologia Cristã e o Monismo Ubaldiano, a escola filosófica criada por Pietro Ubaldi. Esse escritor espiritualista italiano, em sua vasta obra de 24 volumes, resgata como nenhum outro a unicidade que permeia o Cristianismo desde sua fundação. Munido desse poderoso ferramental filosófico, este estudo pretende fundir o Fideísmo Cristão com os modernos conceitos da Física Quântica e da Nova Cosmologia, revelando-nos o cenário eminentemente espiritual que os perpassa. Suas pertinentes conclusões propõem-nos, assim, os fundamentos de uma nova Ciência, A Física do Espírito, essencialmente aderida à Mística Cristã, sob os acordes da síntese ubaldiana. Suficientemente lógica e conceitualmente robusta, mostra-se capaz de dar coerência às hodiernas teses científicas e sanar o aviltante materialismo que persiste assolando a alma humana.

Aqui encontraremos uma dissertação endereçada não apenas ao intelecto, mas também ao coração, fazendo do frio racionalismo científico um caminho que igualmente conduz ao Espírito e nos evidencia a presença da Imanência Divina na fenomenologia universal. Por isso, foi escrito à maneira de uma sinfonia de conceitos, apresentando movimentos e temas intercalados por cânticos, a fim de sensibilizar-nos ante as manifestações do Eterno em nosso mundo.

Não deixe de conhecer essa curiosa exegese dos pilares da Ciência Moderna, pronta a alimentar-nos com uma visão realmente transcendente da realidade física, conduzindo-nos a um novo entendimento de Deus, do universo e do Ser. Uma obra que se propõe, enfim, a responder às fundamentais questões a nos premer a alma ao longo dos séculos: de onde vem nosso universo e qual o seu destino? Qual a nossa verdadeira natureza, de onde viemos, por que vivemos e para onde estamos indo?

Nova Lima, 12 de fevereiro de 2021

Gilson Freire

 

Wednesday the 14th. . Custom text here