História da família Cicarelli

Imprimir

 tute fm

Augusta Fabri (minha avó materna) nasceu em Rimini, Itália, em 1876 e faleceu em Lavras em 1966. Casou-se com Giovani Cicarelli (1871/1950), ex-militar (caporal Major). Vieram para o Brasil como emigrantes no ano de 1900 quando o casal já tinha as filhas Maria e Rachel (minha mãe). Ficaram alguns meses na cidade de Santos (SP) e logo viajaram direto para Varginha, onde já residiam os pais de Augusta e mais a irmã Maria, falecidos e sepultados naquela cidade. Em 1911, quando já tinham o terceiro filho, José, vieram para Lavras onde já residiam outra irmã de Augusta, Rosa, casada com Leo Elisei e o irmão Bernardo casado com Emília. Foram morar numa chácara onde é hoje a Vila São Sebastião. Rachel (18/4/1898 - 29/9/1982) casou-se com Joaquim Teixeira da Silva (26/6/1889 - 13/5/1964) em 10 de maio de 1919. Tiveram seis filhos: Iolanda que faleceu prematuramente, Luiz, Augusta, Olga, Oscar e Iraci. Giovani Cicarelli, que depois da naturalização passou a chamar-se João Cicarelli, cuidava das hortaliças e fabricação de vinhos caseiros. Na década de 30, João Cicarelli empregou-se na Rede Mineira de Viação, quando formou e cuidou de uma chácara no vasto quintal da recém inaugurada 2a Divisão da Rede. Depois passou a contínuo e neste cargo se aposentou.

A viagem de Varginha a Lavras em 1911, foi feita a pé. Vieram só com um cavalo de cargas. Aliás, naquele tempo isso era normal, não havia ainda automóveis e nem linha férrea.

João Cicarelli correspondia com os parentes na Itália. Recebeu algumas cartas narrando os horrores da Primeira Guerra quando foram mortos alguns parentes e conhecidos. Em 1945 recebeu uma comovente carta de uma sobrinha contando as atrocidades da Segunda Guerra e a situação de miséria em que se achavam os parentes. Foi a última carta...

Luiz Teixeira da Silva

17/08/1994

rachel

Minha Mãe, Rachel Cicarelli

Friday the 24th.